cieam@cieam.org.br

(92) 3627-3800

  1. Home
  2. Notícias
  3. Amazonenses apostam em motocicletas elétricas, após alta no preço da gasolina
Notícias

Amazonenses apostam em motocicletas elétricas, após alta no preço da gasolina

  • Postado em: 24/11/2021
Tweetar

Victória Sales – Da Revista Cenarium

MANAUS – Os brasileiros vêm sofrendo diariamente com a alta no preço dos combustíveis e, para fugir dessa realidade, amazonenses apostam em motocicletas elétricas como alternativa para conseguir cumprir os compromissos diários. De acordo com um recente estudo, feito por um dos maiores canais de comércio eletrônico no Brasil, o Mercado livre, o interesse da população por motos elétricas cresceu quase 1.200%, entre maio de 2020 e maio de 2021.

De acordo com a advogada Paloma Moura, ela percebeu que precisava trocar o carro que usava por uma motocicleta elétrica quando a gasolina teve um aumento exponencial, além do trânsito congestionado que precisava pegar todos os dias. “Com a moto, eu consigo economizar tempo e dinheiro, e ainda tenho a sensação positiva de estar contribuindo para conter os avanços das agressões ao meio ambiente”, relatou.

Questionada sobre a troca da gasolina pela energia elétrica e se houve um aumento na conta de luz, Paloma conta que não mudou muita coisa na fatura de energia. “Continua dentro do esperado, ainda assim consigo me programar para diminuir o consumo em outra coisa, que não seja essencial”, destacou.

As motos elétricas, além de descartarem gastos com combustíveis, dispensam também despesas com manutenções preventivas. É o que destaca o engenheiro de Software Ademar Farias Júnior, que explica que o custo foi uma mudança que ele sentiu no cotidiano. “O que eu gastava de gasolina pago a prestação da moto elétrica. Além de que não precisei tirar carteira de motorista de moto para pilotar ela”, contou. O profissional declarou também que dividia o carro com a esposa, pois ela leva os filhos à escola. “Acabava saindo muito alto o gasto de gasolina e pagar o Imposto sobre Propriedade de Veículo Automotor (IPVA). Por isso, tive a ideia de comprar a moto elétrica”, enumerou.

Motocicletas

Entre os modelos de motocicletas encontradas com um valor menor, estão três opções: Shineray, a SE1, que contém uma bateria removível. A carga completa leva até oito horas na tomada de energia, com velocidade máxima de 60 km/h, e com um custo de R$ 9.900. Também tem o veículo com modelo estilo vintage, Energie Mobi Super Soco TC, que tem bateria com 60V e motor de 1500W. Com uma única carga, percorre até 60 km/h, e se encontra no valor de R$ 21.900.

Outro modelo com valor acessível está a Muuv Chooper SE, com motor de 2000W, bateria de 40 km/h, com custo de R$15.545. Outras apostas no mercado brasileiro estão os modelos Beach e Custom, cujos preços vão de R$ 10 mil a R$ 16 mil. A Chooper SE faz, aproximadamente, 50 km/h, além de farol de LED, bluetooth e freios nas duas rodas.

Fonte: Revista Cenarium