cieam@cieam.org.br

(92) 3627-3800

  1. Home
  2. Notícias
  3. Conselho da Suframa avalia pauta de R$ 2 bi na primeira reunião de 2021
Notícias

Conselho da Suframa avalia pauta de R$ 2 bi na primeira reunião de 2021

  • Postado em: 23/02/2021
Tweetar

A produção de placas de circuito impresso é um dos projetos a serem analisados (Arte: Fábio Alencar/Suframa)

Fonte: Suframa

Nesta quinta-feira (25), o Conselho de Administração da Suframa (CAS) realiza sua 296ª Reunião Ordinária com o objetivo não apenas de avaliar uma pauta contendo 32 projetos industriais e de serviços, que totalizam mais de R$ 1,8 bilhão em novos investimentos e a geração de 1.297 empregos, mas também de inaugurar a programação de comemoração dos 54 anos da Suframa e do modelo Zona Franca de Manaus, a serem completados, oficialmente, no dia 28 de fevereiro.

A reunião, que ocorrerá de forma virtual e poderá ser acompanhada pelo canal oficial da Suframa no YouTube (youtube.com/suframanews), será presidida pelo secretário especial de Produtividade, Emprego e Competitividade do Ministério da Economia, Carlos Da Costa, e contará também com a participação do superintendente da Suframa, Algacir Polsin, e de parlamentares, representantes de entidades de classe e governantes da área de atuação da Suframa, entre outros.

Projetos
A pauta da 296ª Reunião do CAS contempla 32 projetos industriais e de serviços, sendo 9 de implantação e 23 de atualização, diversificação ou ampliação.

Entre os nove projetos de implantação a serem analisados, os maiores destaques são as proposições das empresas Compal Eletrônica da Amazônia, para produção de placas de circuito impresso montada (de uso em informática), com previsão de investimentos de aproximadamente R$ 237 milhões e expectativa de geração de 212 postos de trabalho; Sea Film Indústria de Resinas Plásticas da Amazônia Ltda, para produção de chapa, folha, tira, fita, película de plástico (exceto a de poliestireno expansível e a auto-adesiva) e resina termoplástica extrudada (na forma de grânulos), com previsão de investimentos de aproximadamente R$ 6 milhões e geração de 119 postos de trabalho; e RD-Tronics Indústria e Comércio de Componentes EletrÔnicos Ltda, para produção de fios e cabos com conectores para máquinas e aparelhos dos capítulos 84 e 85 da NCM, condutores elétricos (chicotes) com peças de conexão para ciclomotores, motonetas, motocicletas, triciclos e quadriciclos e cabos de força com peças de conexão, com previsão de investimentos de R$ 17 milhões e geração de 89 postos de trabalho.

A pauta conta também com 23 projetos de ampliação, atualização e diversificação, entre os quais merecem maior ênfase as iniciativas das empresas Foxconn Moebg Indústria de Eletrônicos Ltda, visando à ampliação da produção de placas de circuito impresso montada (para uso em informática), com previsão de investimentos de aproximadamente R$ 370 milhões; Cal-Comp Indústria e Comércio de Eletrônicos e Informática Ltda, também buscando ampliação da linha de fabricação de placas de circuito impresso montada (para uso em informática), com previsão de investimentos da ordem de R$ 301 milhões; Ardagh Indústria de Embalagens Metálicas do Brasil Ltda, visando à produção de tampas de alumínio para latas de alumínio ou aço para acondicionamento de líquidos potáveis, com previsão de investimentos de aproximadamente R$ 200 milhões; e Transire Fabricação de Componentes Eletrônicos Ltda, para produção de terminais de auto atendimento para uso não bancário, com previsão de investimentos de aproximadamente R$ 96 milhões.

Aniversário

A 296ª Reunião do CAS marca o início oficial das comemorações dos 54 anos da Suframa e do modelo Zona Franca de Manaus, cuja programação se estenderá ao longo dos próximos dias com a realização de culto ecumênico e outras ações festivas.

De acordo com o superintendente Algacir Polsin, embora o momento exija total prudência em decorrência da pandemia da Covid-19 e sua situação ainda preocupante da região, a Suframa buscará realizar uma programação com bastante sobriedade e discrição para ressaltar e homenagear as mais de cinco décadas de trabalhos e ações diversas em prol do desenvolvimento da Amazônia Ocidental (Estados do Amazonas, Acre, Rondônia e Roraima) e dos municípios de Macapá e Santana, no Estado do Amapá. “Sabemos o quanto a Suframa tem sido de fundamental importância para o desenvolvimento de toda a região e não podemos deixar o dia 28 de fevereiro passar em branco. É uma ocasião oportuna para refletirmos sobre as conquistas alcançadas ao longo das últimas décadas e ganharmos ainda mais fôlego para superar os inúmeros desafios que temos pela frente”, afirmou Polsin.