Notícias


Confiança cai em todos os setores da indústria, diz CNI

Fonte: Valor Investe

Juliano Basile

A falta de confiança do empresário industrial para investir, contratar e produzir no mês de maio foi generalizada e afetou toda a indústria, independente do setor, da região ou do tamanho.

Esse é o resultado apresentado na publicação Índice de Confiança do Empresário Industrial (Icei) Setorial, da Confederação Nacional da Indústria (CNI), divulgada nesta quinta-feira. O índice mede a expectativa em relação à economia brasileira, aos próprios negócios e às condições atuais e reflete, ainda, o agravamento da crise econômica gerada pela pandemia do coronavírus.

O cenário apontado pelos índices de confiança é preocupante. Nenhum dos 29 setores considerados está sequer próximo do nível de confiança registrado há um ano. E todos estão abaixo dos 50 pontos, o que mostra falta de confiança. O indicador varia de 0 a 100, sendo que a linha de corte é o valor 50. Qualquer dado abaixo dele é negativo.

Em maio, o Icei de 14 setores caiu em relação a abril de 2020. Entre eles, as principais quedas foram nos setores de couro; manutenção de máquinas e equipamentos; químicos; calçados e materiais elétricos. A confiança do setor de calçados, por exemplo, passou para 26,6 pontos, uma queda de quase três pontos em relação ao mês anterior; o de confecções ficou em 28,8 pontos; da impressão e reprodução caiu para 29,2; e de veículos automotores ficou em 29,6.

Fique Informado