Follow Up

Zona Franca de Manaus, o sonho e a realidade

Takeuchi vê na pesquisa a formatação inovadora do desenvolvimento para a Amazônia

Na apresentação do livro Amazônia Bio Tech Nano, acertos, paradoxos e desafios, lançado em 2017, para celebrar o Cinquentenário da Zona Franca de Manaus, Paulo Takeuchi,presidente da Abraciclo e responsável pelas Relações Institucionais da Moto Honda da Amazônia, apontou a necessidade se seguirmos sonhando, definindo o sonho amazônico como “o combustível para transformarmos a realidade e que se fortalece quando compartilhamos objetivos e trabalhamos em conjunto”. Entretanto, ele retoma ao imperativo do trabalho, desenhando o futuro que nos desafia. “Temos mais 50 anos de desafios pela frente, tempo suficiente para privilegiar a pesquisa na construção perseverante de novos paradigmas de desenvolvimento, na busca pela harmonia socioambiental no processo de geração de riqueza, com uso inteligente e sustentável dos recursos naturais.”

Zona Franca de Manaus, o sonho e a realidade

Paulo Takeuchi (*)

Alguns sonham para escapar da realidade, outros para transformá-la para sempre”, dizia nosso fundador, Soichiro Honda, quando contava a história dos obstáculos e avanços da empresa, fundada em 1948. Hoje, atuamos em 451 subsidiárias e afiliadas, com 72 unidades de produção, 35 centros de pesquisa e desenvolvimento e mais de 208 mil colaboradores espalhados em 160 países. Para nós da Honda, o sonho não é algo inacessível. Ao contrário, é o combustível para transformarmos a realidade e que se fortalece quando compartilhamos objetivos e trabalhamos em conjunto.

No coração da Amazônia

Temos muita alegria e orgulho de nossa presença no Amazonas, no coração da maior floresta tropical do planeta, com a maior fábrica de motocicletas do grupo Honda no mundo. Aqui empregamos 6 mil colaboradores diretos e nos sentimos parte da vida, da história e do futuro desta região. Isso nos permite dizer – na celebração dos 50 anos da Zona Franca de Manaus – que este empreendimento é um de nossos mais gratificantes acertos. Afinal, estamos atuando num bioma permanentemente vigiado por todo o planeta. Aqui a relação das pessoas com a natureza se reveste de cuidados especiais, de lições preciosas e aprendizagem para toda a vida. Todos devemos cuidar da harmonia desta relação vital, um compromisso que coincide com os nossos princípios corporativos, de trabalharmos em harmonia com a sociedade, com respeito às pessoas e ao meio ambiente e contribuindo para um futuro melhor das próximas gerações.

Nós acreditamos nesta região

E estamos certos de que aqui está nascendo um novo padrão civilizatório do desenvolvimento permanentemente atento ao ambiente natural, propiciando novos padrões de crescimento e de atividades produtivas. E isso será consequência da qualificação contínua dos recursos humanos da região. Parabéns, pois,aos fundadores e gestores da Zona Franca de Manaus, pelas entidades dos empreendedores e dos trabalhadores, parabéns aos nossos colaboradores, fornecedores e concessionários na região, reconhecidos por sua dedicação e compromisso com a sociedade manauara.

Desenvolvimento e Sustentabilidade

Parabéns pelos acertos que tudo isso representa na redução das desigualdades regionais e, especialmente, pela proteção florestal. Temos mais 50 anos de desafios pela frente, tempo suficiente para privilegiar a pesquisa na construção perseverante de novos paradigmas de desenvolvimento, na busca pela harmonia socioambiental no processo de geração de riqueza, com uso inteligente e sustentável dos recursos naturais. Parabéns ao Centro da Indústria do Estado do Amazonas, na pessoa do presidente Wilson Périco, e pelo consultor e professor Alfredo Lopes, pela iniciativa desta obra e pela defesa intransigente do segmento empresarial e do Amazonas. Muito obrigado.

(*) Takeuchi é vice-presidente da Honda para Relações Institucionais e presidente da Abraciclo.

=================================================================

Esta Coluna é publicada às quartas, quintas e sextas-feiras, de responsabilidade do CIEAM. Editor responsável: Alfredo MR Lopes. cieam@cieam.com.br

Publicada no Jornal do Commercio do dia 26.09.2018



Fique Informado