Notícias


Seminário debate preservação e desenvolvimento da Amazônia

Fonte: D24am

A Comissão de Integração Nacional, Desenvolvimento Regional e da Amazônia (Cindra) realizará o seminário ‘Amazônia: desafios à preservação e ao desenvolvimento’. Nos últimos meses tem-se debatido intensamente qual modelo de desenvolvimento seria mais adequado para a região amazônica, dando ao seu povo oportunidades econômicas que favoreçam a manutenção da floresta em pé, lembra o deputado Átila Lins, autor do pedido para a realização do evento.

O evento atende ao Requerimento nº 130/2019, de autoria do deputado Átila Lins, subscrito pelos deputados Coronel Chrisóstomo e José Ricardo, e será realizado no próximo dia 21 (quinta-feira), às 10h, no Anexo 2, plenário a definir, da Câmara dos Deputados, com transmissão ao vivo pela internet. Internautas poderão acessar o vídeo na página da Comissão pelo link https://www.camara.leg.br/evento-legislativo/58517.

Na opinião do parlamentar, as desvantagens econômicas de localização da Amazônia – demográficas, tecnológicas, logísticas, entre outras tantas – têm raízes históricas multisseculares e não desaparecerão facilmente. Assim, é imprescindível, para a região, o uso dos instrumentos creditícios e tributários constitucionalmente estabelecidos para a redução das desigualdades regionais.

O deputado Átila Lins salienta que a importância da Zona Franca de Manaus (ZFM) para o desenvolvimento regional sustentável no Amazonas não pode ser subestimada, pois contribuiu para a redução de cerca de 85% do desmatamento na região de Manaus, conforme comprovado pelos pesquisadores Alexandre Rivas, José Alberto Machado e José Aroudo Mota, na obra ‘Impacto virtuoso do Polo Industrial de Manaus sobre a proteção da floresta amazônica: discurso ou fato?’.

Haverá duas mesas: a primeira abordará a ‘Política Nacional de Desenvolvimento Regional e o Plano Regional de Desenvolvimento da Amazônia’, e a segunda terá como tema ‘Zona Franca de Manaus: uma experiência bem-sucedida de desenvolvimento regional sustentável’.

Foram convidados para compor as mesas: Carlos da Costa, secretário nacional de Produtividade, Emprego e Produtividade, do Ministério da Economia; Adriana Melo Alves, secretária nacional de Desenvolvimento Regional e Urbano, do Ministério do Desenvolvimento Regional; Paulo Roberto Correa da Silva, superintendente da Superintendência do Desenvolvimento da Amazônia (Sudam); Carlos Nobre, pesquisador do Instituto de Estudos Avançados da Universidade Federal de São Paulo (IEA/USP); Alfredo Menezes, superintendente da Zona Franca de Manaus (Suframa); Fábio Calderaro, gestor do Centro de Biotecnologia da Amazônia (CBA); Federação das Indústrias do Estado do Amazonas (Fieam); e Wilson Périco, presidente do Centro da Indústria do Amazonas (Cieam).

Também foram convidados os professores doutores Darc Costa, do Pepi – Pós-Graduação em Economia Política Internacional da UFRJ; Francisco de Assis Costa, do Núcleo de Altos Estudos Amazônicos (Naea) da Universidade Federal do Pará (UFPA); e Ismael Nobre, diretor científico do Projeto Amazônia 4.0 – Instituto de Estudos Avançados da Universidade Federal de São Paulo (IEA/USP).

Fique Informado