Notícias


Petrobras reduz em 3% preço da gasolina e do diesel nas refinarias

Fonte: Em Tempo

Rebeca Mota

A Petrobras reduzirá o preço médio da gasolina e do diesel nas refinarias em 3% a partir de hoje (14), informou a companhia à Reuters. O repasse para o consumidor vai depender dos postos de combustíveis.

A gasolina não sofria um reajuste desde 1º de dezembro do ano passado, enquanto o diesel tinha a cotação estável desde 21 de dezembro.

A petroleira tem evitado repassar a volatilidade dos preços globais do petróleo ao mercado doméstico. No início deste ano, ela optou por não aplicar de imediato reajustes em suas refinarias na sequência de um ataque norte-americano que matou um importante general iraniano no Iraque e gerou tensão geopolítica que preocupou o mercado de petróleo.

Após um salto inicial e uma nova alta após um contra-ataque do Irã que mirou bases dos EUA no Iraque, os valores do Brent, referência internacional do petróleo, fecharam em queda de 5,3% na semana passada, em patamares inferiores aos registrados antes do início das tensões no Oriente Médio.

“Os reajustes estão bem em consonância com o que aconteceu no mercado internacional. As cotações devolveram bastante depois do pico da crise no Oriente Médio, e eles (o mercado) já tiraram praticamente todo o risco do preço do petróleo”, afirmou à Reuters o chefe da área de óleo e gás da consultoria INTL FCStone, Thadeu Silva.

O ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, disse na semana passada que o governo avalia utilizar recursos de royalties e participações especiais cobradas sobre a produção de petróleo para compensar eventuais impactos dos preços internacionais nas bombas.

O presidente Jair Bolsonaro tem reiterado que seu governo não irá intervir na política de preços da Petrobras.

O repasse do preço da gasolina ao consumidor final depende tanto das distribuidoras como dos postos de combustível. Segundo a companhia, o valor da gasolina na refinaria equivale a 25% do total. Outros 16% são da distribuidora e dos postos, e 59%, de imposto.

O Vice-presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo, Lubrificantes, Alcoois e Gás Natural do Estado do Amazonas (Sindicombustíveis – AM), Geraldo Dantas, conta que o consumidor já está com o preço mínimo praticado por conta das férias escolares.

“Os postos já estão com um desconto muito grande desde o início de novembro. Com as férias e os amazonenses viajando, eles deixam os carros nas garagens, a capital fica sem engarrafamento e os donos de postos lançam o desconto para atrair os consumidores”, diz.

Variação

Na avaliação do representante, o preço médio da gasolina em Manaus segue de R$ 3,88 a R$ 3,45. Conforme verificou a reportagem de EM TEMPO em alguns estabelecimentos é também possível encontrar no valor de R$ 3,99 a R$ 3,89.

Segundo a Petrobras, o preço da gasolina comum para os consumidores é formado pelos seguintes itens: 30% são os custos de operação da empresa para produzir o combustível, 16% são impostos da União (Cide, PIS/Cofins), 39% são impostos estaduais (Imposto sobre a Circulação de Mercadorias e Serviços – ICMS), 13% é o custo do etanol adicionado à gasolina e 12% se refere às despesas com distribuição e revenda do combustível.

Fique Informado