Notícias


Indústria e serviços ganham força na zona do euro em novembro

Notícia publicada pelo site Valor Econômico

A indústria e o setor de serviços da zona do euro, juntos, ganharam força em novembro. O índice dos gerentes de compras (PMI, na sigla em inglês) composto - que mede o desempenho das duas atividades em conjunto - subiu para 57,5 em novembro, após se situar em 56 um mês antes, de acordo com dados finais divulgados nesta terça-feira pela consultoria IHS Markit. A leitura final confirma, assim, a estimativa preliminar para o mês, permanecendo há 53 meses acima da marca de 50, que separa o avanço da atividade da contração.

O crescimento, mais uma vez, foi liderado pela indústria manufatureira, mas o desempenho do setor de serviços também se acelerou em novembro, com o nível de atividade em um dos maiores patamares dos últimos seis anos e meio, de acordo com comunicado da IHS Markit.

Em novembro, o PMI de serviços da zona do euro avançou para 56,2, depois de ficar em 55 em outubro, em expansão há 52 meses.

Na Alemanha, o PMI de serviços caiu para 54,3 em novembro, ante 54,7 em outubro e previsão de 54,9 para o período, enquanto o PMI de serviços da França subiu a 60,4 em novembro, seguindo os 57,3 um mês antes e prévia de 60,2. Na Itália, o PMI de serviços passou para 54,7 no penúltimo mês de 2017, ante 52,1 em outubro e previsão de 52,8 para o mês.

Reino Unido O setor de serviços no Reino Unido desacelerou em novembro, com o PMI ficando em 53,8, abaixo do previsto (55). Um mês antes, se situou em 55,6.

"O crescimento mais lento do setor de serviços foi uma decepção, após melhora do desempenho da construção e da indústria manufatureira em novembro", diz Chris Williamson, economista-chefe da IHS Markit, que prevê, contudo, um ritmo sólido de expansão para a economia britânica no quarto trimestre, de 0,45%.

Fique Informado