Notícias


Auditores fiscais paralisam 70% dos serviços

Reportagem publicada pelo Portal Em Tempo

Os analistas tributários e auditores fiscais do Amazonas vão aderir à mobilização nacional da categoria hoje (14) e paralisar 70% do efetivo nos portos e aeroportos locais. O movimento se formou após o governo não cumprir com 100% do acordo de benefícios assinados entre as partes. A categoria estará de braços cruzados por tempo indeterminado, às terças, quartas e quintas feiras, sendo que às segundas e sextas não acessarão seus computadores de trabalho. A mobilização começou oficialmente no dia 2 de novembro, a partir de manifesto publicado pelo Sindicato Nacional dos Auditores

Fiscais da Receita Federal (Sindifisco Nacional). No texto, a categoria avisa que todas as unidades da Receita Federal, incluindo aduanas em portos, aeroportos e zonas de fronteiras, participarão do esforço. Nesse período, estarão liberados somente perecíveis, insumos e equipamentos médicos e laboratoriais, além de traslados de despojos. “É preciso deixar claro que não afetará a população”, destaca o texto. Com essa mobilização, apenas 30% dos trabalhadores estarão atuando nos portos e aeroportos de Manaus, a partir desta terça, de acordo com a confirmação do presidente do Sindifisco-AM, José Jefferson Almeida.

“O governo descumpriu todos os prazos. Os colegas esperaram o tempo dado pelo planejamento que era 31 de outubro, já estamos no meio de novembro e nada. Assinamos um acordo que virou lei e o governo não cumpriu todo”, desabafou. A categoria argumenta que deu todos os prazos possíveis e necessários para que o governo federal ajustasse o bônus de produtividade e eficiência, a fim de colocar um ponto final na campanha salarial que se arrasta há mais de um ano.

Fique Informado